No primeiro jogo da decisão do Campeonato Piauiense da 1ª Divisao de Profissionais 2014, deu empate entre Piauí e River (2 a 2), com cada um dos times jogando melhor um tempo da partida. O resultado garante ao River o direito de ser campeão com um novo empate no tempo normal de 90 minutos, domingo próximo.

As equipes nem tiveram tempo para fazer o tradicional estudo do adversário. Com 1 minuto de bola rolando, Thiago Marabá roubou a bola de Fabiano e fez primoroso lançamento para Esquerdinha. O atacante tricolor entrou livre pela direita da área e chutou na saída de David, abrindo a contagem para o Galo.

O Piauí não esperava levar o gol tão cedo e teve que buscar o empate já a partir do segundo minuto. Aos 6, quase chega lá. Cruzamento de Fabiano e Raphael Freitas completa na risca da pequena área, pressionado por Kássio, mas consegue chutar para fora. Dez minutos depois, Marciano aparece livre, cara a cara com o goleiro rubroanil, mas chuta para grande defesa de David. 

O River ataca com perigo e mais uma vez Marciano aparece em boas condições, mas prefere atrasar para Esquerdinha. O chute sai forte e obriga David a operar difícil defesa, colocando a bola para córner. Em seguida, Raphael Freitas chuta e Everson faz difícil defesa. O Piauí começa a melhorar no jogo.

Em cobrança de falta, Eduardo Junho chuta violento e a bola passa rente à meta tricolor. Aos 37 minutos, falha de Gabriel que o atacante Raphael Freitas aproveita para entrar sozinho, ganha a dividida com Everson e chuta para as redes. Mas o Galo ainda faria o segundo gol. Aos 45 minutos, Marciano sofre pênalti, cometido pelo goleiro rubroanil. Esquerdinha cobra e coloca o River novamente em vantagem.

Na fase final, quem começou em desvantagem foi o River. Com apenas 2 minutos, Thiago Marabá agrediu o zagueiro Eridon e foi expulso, deixando seu time com um atleta a menos. A partir daí, o Piauí cresceu e dominou grande parte da fase final. Antes desse domínio, porém, o River ainda andou perto de ampliar, logo após a expulsão, quando mandou uma bola no travessão de David.

Aos 7 minutos, Jorginho entrou livre pela direita, bem lançado por Adrianinho. Cruzou forte, mas Raphael Freitas chegou atrasado no lance. Aos 12, porém, veio o gol do empate. Bela jogada individual de Victor Cearense, que driblou o lateral e chutou forte, no canto esquerdo de Everson. Uma bomba, um gol bonito.

Depois disso, mais dois lances poderiam ter resultado em gol. Quando Brasinha aproveitou uma falha da zaga rubroanil, mas chutou fraco, na saída do goleiro, e na cabeçada de Raphael Freitas que o goleiro Everson defendeu providencialmente. Em seguida, o árbitro foi informado pelo 4° árbitro que Raphael agredira Igor (coisa que em todo o estádio só o quarto árbitro avistou). Foi o bastante para o atacante do Piauí ser expulso.
Nada mais houve de interessante e o jogo chegou a seu final com o empate por 2 a 2. Com este resultado, o River precisa apenas de um empate, domngo próximo, para sagrar-se campeão piauiense. O Piauí o será com uma vitória por qualquer placar. Destaques do primeiro jogo da decisão: Kássio (River) e Adrianinho (Piauí). 

FICHA TÉCNICA

PIAUÍ 2×2 RIVER (Campeonato Piauiense de Futebol da 1ª Divisão de Profissionais – Decisão – 1° jogo); Data: 18/05/2014 (domingo à tarde); Local: Estádio Albertão (em Teresina); Arbitragem: Avelar Rodrigo da Silva, auxiliado por Armando Lopes de Sousa e Anderson Moreira de Farias (todos do Ceará).

Gols: Esquerdinha 1, Raphael Freitas 37 e Esquerdinha (pênalti) 46 do 1° tempo; Victor Cearense 12 do 2°.

Público: 22 mil expectadores
Cartões amarelos: Esquerdinha,  (RIV), Eduardo Junho, Raphael Freitas, David, Victor Cearense, Binha, Eridon e Jorginho (PIA).
Expulsões: Thiago Marabá, aos 2, e Raphael Freitas, aos 37, ambos por agressão ao adversário, no 2° tempo. 
Piauí – David; Eridon, Eduardo Junho (Victor Cearense) e Rafael Negão (Binha); Jorginho, Marcos Gasolina, Vitor Recife, Adrianinho e Natan (Fabinho); Raphael Freitas e Fabiano. Técnico: Paulo Moroni.
River – Everson; Alex Santos, Bruno Lopes, Gabriel e Rian (Brasinha); Amarildo, Thiago Dias, Kássio e Thiago Marabá; Esquerdinha (Marclei) e Marciano (Igor). Técnico: Josué Teixeira.
(*) Texto: Severino Filho (sitedobuim.blogspot.com.br). Fotos: tribunadebarras.com