Danilo Queiroz lamenta falta de contratações no time do Barras

 Danilo Queiroz lamenta falta de contratações no time do Barras
Os torcedores do Bafo abandonaram o time. Quase ninguém vai mais ao estádio!

O técnico do Barras, Danilo Queiroz, lamentou a postura do time na derrota sofrida para o Piauí na 4ª rodada do Campeonato Piauiense 2013. Apesar do grupo demonstrar sinais de reação ao diminuir a diferença no placar, o treinador do Leão do Marathaoan se mostrou impaciente com o sistema defensivo do time.


– Erros de marcação bobos que custaram caro. Desse jeito não dá! Treino, passo tudo o que deve ser feito, mas tem horas que o time não engrena. Dou o desconto por ainda ser a quarta rodada, mas não vamos evoluir se não chegarem novas peças – alertou Danilo Queiroz.


O elenco reduzido e composto por jogadores campeões estaduais sub-18 pelo clube em 2012 fazem do Bafo o time menos experiente da competição.


– Temos pouco mais de 20 atletas e assim fica complicado reinventar ou alternar esquemas. Fica difícil. Se duvidar, temos o time profissional mais barato do Brasil – externou o técnico ao deixar o Estádio Lindolfo Monteiro.


Tentando se reerguer na classificação do Campeonato Piauiense, o Barras viaja a Floriano para enfrentar o Cori-Sabbá no sábado (23), no Estádio Tibério Nunes.


O supervisor de futebol do Barras, Rômulo Araújo, usou seu Facebook na noite de ontem (19) solicitando apoio da torcida e empresários para a viagem a Floriano. O supervisor pedia ainda na rede social chuteiras e remédios aos torcedores!


O Barras tem como única fonte de receita mensal a quantia de R$ 38 mil passada pela Prefeitura Municipal de Barras, dinheiro esse para folha de pagamento, aluguel da casa do atleta, pagamento de refeições e o ônibus que conduz o time nas viagens.
Os torcedores não têm comparecido ao Estádio Juca Fortes e o público e renda na “Jaula do Leão do Marathaoan” tem sido os menores entre todos os 8 clubes que participam do Estadual este ano. O time só tem dois uniformes, um branco e um listrado de azul e vermelho, herdado do elenco Sub-18 que participou da Copa São Paulo de Futebol Junior este ano. Os coletes e uniformes de treino são também herdados do time que foi a Copa São Paulo.


Para o desânimo se tornar maior ainda o gamado do Estádio Juca Fortes encontra-se literalmente encharcado devido as fortes chuvas que tem caído na cidade nos últimos dias. A drenagem feita há 5 anos e que custou R$ 180 mil aos cofres da FUNDESPI (Governo do Estado) não mais funciona, além de ter sido mal feita.
Na verdade o local onde foi construído o Juca Fortes é de relevo muito baixo e todo ano fica com o gramado alagado, o ideal seria a construção de um novo estádio em área mais alta da cidade, de preferência em terrenos na saída para Teresina. As instalações do Juca Fortes, como vestiários, cobertura de arquibancadas, banheiros, cabines de rádios, cadeiras, são também precárias.
Página do Barras na Web: barrasfutebolclub.futblog.com.br

Diego Albert

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.