Morreu na madrugada desta sexta-feira (9), o ex-secretário de Segurança Pública, Carlos Lôbo. Ele estava internado em hospital particular da capital e morreu por complicações da Covid-19.

Carlos Lôbo é professor da Universidade Federal e foi ex-vereador de Teresina.

Ele foi internado com problemas respiratórios e devido ao seu quadro se agravar, ele chegou a ser intubado. Lôbo foi secretário de Segurança no governo Mão Santa.

A filha de Carlos Lôbo, Fernanda Lôbo, muito abalada informou que ele teve uma parada cardíaca nesta madrugada. “Ele estava intubado, fez a hemodiálise, estava bem, tomou a primeira dose da vacina, tomou a segunda dose, e na segunda dose ele passou mal , mas ele estava caminhando, lúcido, acordado, queria voltar para casa e não resistiu”.

“Eu estou morta por dentro, meu pai amava essa cidade, os amigos, a família. Eu nunca pensei em sentir uma dor tão grande”, disse Fernanda Lôbo.

 

NOTA DE PESAR

A Secretaria de Estado da Segurança Pública do Piauí lamenta com grande pesar o falecimento de Carlos Alberto de Melo Lobo, na manhã desta sexta-feira (09), em Teresina. Carlos Lobo foi secretário de Estado de Segurança do Piauí de janeiro de 1999 a dezembro de 2001.
O secretário de Segurança, coronel Rubens Pereira, em nome da Secretaria de Segurança, se solidariza com familiares e amigos neste momento de dor e saudade.

Assessoria de Comunicação SSP/PI

O Governo do Estado lamenta profundamente o falecimento de Carlos Lôbo, ocorrido nesta sexta-feira (9).

Carlos Lôbo foi vereador de Teresina, secretário da Segurança Pública do Estado do Piauí e professor da Universidade Federal do Piauí (UFPI).

Neste momento de dor, em nome dos piauienses, o Governo do Piauí se solidariza com os familiares e amigos de Carlos Lôbo.