De quinta-feira a domingo ficarão suspensas as atividades presenciais em escolas, igrejas e academias de musculação. De segunda-feira até quarta-feira, as diversas atividades econômicas como comércio, bares e restaurantes, sofrerão redução de uma hora no funcionamento.

“O objetivo é conter o coronavírus e a gente salvar vidas. Chegamos a um ponto onde as redes de saúde pública e privada já não aguentam mais” declarou Wellington Dias.

As medidas estão alinhadas com outros estados brasileiros. Dados compartilhados na reunião de governadores, ocorrida neste sábado, indicam que os decretos restritivos em vigor nas últimas semanas, reduziram a movimentação de pessoas no Brasil, na ordem de 32 por cento durante os dias úteis e 50 por cento no final de semana.

Na reunião do Coe Ampliado, foram apresentados dados que caracterizam colapso na rede de saúde. Mais de 90 por cento dos leitos de UTI disponíveis no Piauí, estão ocupados. De acordo com o superintendente de gestão de média e alta complexidade da Sesapi, Alderico Tavares, há 50 pacientes em fila de espera aguardando leito de estabilização ou UTI, e 30 pacientes aguardando leito clínico. Na rede privada, segundo Tavares, também há uma fila de espera com 30 pacientes covid.