Uma igreja em Crateús, no interior do Ceará, teve a parede e o teto destruídos após ser atingida por uma descarga elétrica. Os destroços ficaram espalhados dentro e fora da capela.

Ninguém ficou ferido. O templo está localizado no Assentamento de Xavier, na zona rural, a 18 quilômetros da sede de Crateús. O ouvinte da Jangadeiro FM Crateús, Fran, relatou o caso, que ocorreu na última quarta-feira, 28 de Fevereiro de 2018.

“Foi por volta das 16h30min. A instalação da igreja destruiu toda. A cruz caiu longe, rachou a cerâmica, derrubou um pedaço do telhado”.

Segundo a Enel, Companhia Energética do Ceará, 2.718 raios foram registrados no Ceará durante os meses de Janeiro e Fevereiro. Só em Fevereiro foram 9.462 descargas elétricas. As cidades mais afetadas foram Santa Quitéria, com 732 descargas elétricas, e Granja, com 483. As duas cidades ficam no norte do Estado. O terceiro maior município com registro foi Crateús, com 463 ocorrências.

Ainda segundo a Enel, caíram 2.538 raios em janeiro, no Ceará. Uma dessas descargas atingiu um pasto na cidade do Cedro, no centro sul do Estado e matou cinco vacas que se protegiam da chuva debaixo de uma árvore. Por isso todo cuidado é pouco.

Em 2017, a companhia registrou 72.838 descargas atmosféricas em todo o Estado. Granja foi o município com mais incidências, com 5.222 raios.

A orientação é que em dias de muito relâmpago se evite o uso de aparelhos eletrônicos conectados à tomada e, se possível, permaneça em um local coberto e bem protegido enquanto a chuva durar. Também é importante evitar contato com objetos metálicos, como cercas de arame e ficar em locais como campos abertos, piscinas, lagos, praias, árvores isoladas, postes e locais elevados.

(*) Com informações da Rede Jangadeiro FM