Um homem que buscava atendimento em unidade de saúde foi assassinado na noite desta Quarta-feira, 20 de Setembro de 2018, em Caucaia-CE, na Região Metropolitana de Fortaleza. Rodrigo Breno Bandeira de Sousa, de 26 anos, estava na recepção do Hospital Municipal Dr. Abelardo Gadelha da Rocha, esperando para ser atendido, quando foi alvejado e morto. A polícia investiga se a vítima tinha envolvimento com grupos criminosos.

Rodrigo buscava atendimento no hospital. Ele tinha um ferimento no pé, por arma branca. De repente, a recepção do local foi invadida por um homem armado, que disparou várias vezes. Além do rapaz, uma recepcionista também foi atingida no braço e atendida lá mesmo. A polícia apura se o homem morto tinha alguma relação com grupos criminosos.

No hospital, apenas dois guardas municipais faziam a segurança. Segundo Flávio Alves, representante do Sindiguardas, os agentes não tiveram como reagir por falta de equipamentos.

“Existem dois guardas municipais que trabalham diuturnamente 24 horas, mas para o hospital há uma necessidade maior, deveriam ser quatro. Só que existe uma deficiência. Nosso quadro de guardas municipais aqui de Caucaia. Chega até a ser vergonhoso, mas o colega teve que se resguardar por falta de equipamentos. Já estamos há quatro anos sem fardamentos, os guardas municipais compram seus próprios equipamentos. Hoje, nós trabalhamos com apenas um cassetete”, disse o representante da categoria, que explicou que o hospital está numa área de divisa de facções rivais.