O Estádio Castelão voltou a vibrar com uma vitória do Fortaleza. Depois de passar mais de um mês sem vencer no principal palco do futebol cearense, o Tricolor do Pici bateu o Goiás por 2 a 0 e subiu três posições na tabela da Série A do Campeonato Brasileiro de 2019.

Com o resultado, o Leão saltou da 15ª colocação para a 12ª, entrando na zona de classificação para a Sul-Americana e abrindo sete pontos de diferença para o primeiro time no Z4, a Chapecoense. O triunfo é o primeiro do Fortaleza sob o comando do técnico Zé Ricardo.

A vitória tricolor começou a ser desenhada ainda no primeiro tempo, quando o zagueiro Juan Quintero balançou as redes após jogada ensaiada de escanteio. No segundo tempo, com um a mais em campo, o Fortaleza fechou o triunfo com gol de Osvaldo, que havia entrado no lugar de Vazquez.

Nos 90 minutos de bola rolando, Fortaleza e Goiás travaram um duelo truncado, marcado por erros de passe e faltas. O árbitro Felipe Fernandes precisou parar o jogo 35 vezes por lances faltosos. Apesar das poucas chances de gol, houve efetividade em campo. Melhor para o Fortaleza.

O Leão teve a iniciativa da partida no primeiro tempo e controlou a posse de bola. O Esmeraldino apostou nos contra-ataques rápidos. O jogo se desenrolava em ritmo lento até que veio um lance de escanteio para os donos da casa. Em jogada ensaiada, Tinga achou Quintero dentro da área, que abriu o placar.

Os jogadores do Goiás reclamaram de um toque de mão na jogada anterior ao escanteio, mas o árbitro da partida mandou o lance seguir. Quase dez minutos depois de sofrer o gol, os goianos ainda ficaram com um a menos após Yago Rocha levar o segundo cartão amarelo e ser expulso.

No início da segunda etapa, o Goiás, mesmo com a desvantagem, criou uma jogada que culminou em uma bola na trave. Foi o único lance de perigo dos visitantes no encontro. O técnico Zé Ricardo deixou sua equipe ainda mais ofensiva, quando promoveu a entrada de Osvaldo no intervalo.

Em um contra-ataque rápido, o dono da camisa 11 selou a vitória completando assistência perfeita de Felipe Pires. Com o 2 a 0 no placar, o Fortaleza administrou a vantagem com tranquilidade até o apito do árbitro.

(*) O Povo