Sob forma de lei a Câmara Municipal de Barras formalizou o que para maioria dos barrenses é “uma verdadeira perseguição a milenar Igreja Católica”.Toda cidade do Brasil e quase todas do mundo, têm seu santo padroeiro sob forma de monumento nas entadas das cidades, em praças e demais logradouros púbicos. Essa é uma tradição milenar que inclusive ajuda a manter viva a fé cristã.

Desde a fundação da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição em  1751, que a imagem da Padroeira de todos os barrenses ocupa lugares especiais em praças e ruas da cidade. Querer acabar com essa tradição é uma agressão a história e a fé cristã.

O cidadão barrense Paulo Lemos protestou na sua página no Facebook, “Meu repúdio a essa proposta do Vereador Vicente Neto que coloca em “cheque” a diversidade do estado laico. O projeto busca vetar aos cristãos católicos o direito de expressar a sua fé. Prever esse projeto o impedimentos de monumentos religiosos, tais como imagens sacras em nossa cidade. Vamos nos movimentar contra essa afronta a um povo de muita fé e historicamente católico! Tomemos providencias!”

Veja abaixo o texto da Lei.

ESTADO DO PIAUÍ

CÂMARA MUNICIPAL DE BARRAS

Projeto de Lei Nº 07/2018

Dispõe sobre a proibição e edificações de

Monumentos religiosos em lugares públicos

 

O PREFEITO MUNICIPAL DE BARRAS, ESTADO DO PIAUÍ faz saber que a Câmara Municipal de Barras aprovou  e ele sanciona a seguinte Lei:

Art. 1º – Fica proibida a administração pública municipal financiar a construção de monumentos religiosos nos locais públicos;

Art. 2º – É vedado a construção ou edificação de qualquer monumento de cunho religioso em vias e praças públicas, ainda que financiadas por particulares;

Art. 3º – O desrespeito às proibições desta Lei ensejará nas seguintes penas:

I – Retirada do monumento construído após a publicação desta Lei;

II – Multa de até 4 (quatro) salários mínimos ao particular que edificar qualquer objeto religioso em vias ou praças públicas.

Art. 4º – Esta Lei entra em vigor na data da sua publicação.

Plenário da Câmara de Vereadores de Barras, 22 de Outubro de 2018.

Vicente Neto da Silva

A imagem pode conter: 3 pessoas