As centenas de pessoas que trafegam todos os dias pela PI-113, no trecho entre Teresina/José de Freitas/Cabeceiras e Barras, norte do Piauí,  estão colocando suas vidas em perigo constante. Como se não bastasse os buracos na rodovia estadual, agora os motoristas tem que se preocupar com o mato e capim caídos na pista.

Durante o período chuvoso, o mato e o capim cresceram bastante, o suficiente para não se segurar firme no solo e estão caídos na pista, podendo causar grave acidente.

A pista estreita se torna ainda mais arriscada devido as rachaduras, desníveis e buracos ao longo de toda PI-113. O mato crescido, cobre as poucas placas de sinalização, mas as lombadas eletrônicas – que multam os motoristas e arrecadam dinheiro para o Governo do Piauí, estão funcionando normalmente!

(*) Com informações adicionais e foto do Realidade em Foco