Após agressões de Silas Freire, treinador Chico é convidado a candidatar-se a deputado

 Após agressões de Silas Freire, treinador Chico é convidado a candidatar-se a deputado
Nos últimos
dias os telespectadores do programa Ronda Nacional, da piauiense TV Meio Norte,
ficaram estarrecidos com as denúncias de assédio sexual feitas pelo
apresentador Silas Freire contra o treinador de futebol amador Chico (foto), residente
do Bairro Parque Piauí, zona sul de Teresina, onde toma conta da Escolinha Interpark e
resgata crianças e adolescentes de situações de risco, realizando um trabalho
que é monitorizado pelos próprios pais e mães dos atletas.
As pessoas
próximas a Chico, fizeram uma campanha nas redes sociais em defesa do
treinador, entre elas, atletas e seus pais, mães, avós, tios. A campanha ganhou
força junto aos comerciantes e famílias residentes no Bairro Parque Piauí, zona
sul de Teresina, onde Chico mora e é muito conhecido e querido. O próprio
Conselho Tutelar se posicionou na defesa do treinador, já que suas ações
no esporte são também acompanhadas por membros do Conselho Tutelar, alguns
deles com filhos sendo treinados por Chico.
O conselheiro tutelar
Teleno Bartolomeu Nobre Rocha, vendo o treinador Chico sendo agredido por
vários dias pelo apresentador de TV Silas Freire e sua equipe de reportagem,
procurou a redação do programa Ronda Nacional solicitando direito de resposta,
já que o próprio Conselho Tutelar, também recebeu agressões de Silas Freire,
que é deputado federal. A direção do programa negou a Teleno o direito de
resposta e Silas Freire teria agredido o conselheiro tutelar com palavras de
baixo calão na portaria da TV Meio Norte. 
Um vídeo postado por Teleno mas
redes sociais mostra seu desabafo, onde cita que sofreu agressão do
deputado/apresentador de TV.
Uma comissão
de pais dos alunos da Escolinha Interpark manteve contato com a redação do
Tribuna de Barras. Os genitores dos atletas defendem o treinador Chico
e dizem ainda que o treinador avisou aos pais que suas redes sociais haviam
sido raqueadas. Chico avisou também aos pais que estavam usando suas redes
sociais raqueadas para pedir fotos íntimas e fazer propostas indecorosas. Uma campanha intitulada “#Somos todos Chico” está ganhando muitos adeptos nas redes sociais.

Falando a reportagem do Tribuna de Barras, Ana Maria, mãe de um dos garotos treinados por Chico, disse: “A reportagem da TV Meio Norte foi tão “intencional”, que o repórter Kilson Nunes “colocava as palavras na boca dos entrevistados”. Ele colheu depoimentos de um atleta que não é treinado pelo Chico e de uma mãe que nenhum de nós conhecemos. Ele induziu tanto o garoto como a mãe a tomar atitudes dentro da reportagem. Foi tão grosseira a reportagem do Kilson e a denúncia do Silas, que nenhum outro meio de comunicação do Piauí seguiu sua denúncia, ninguém publicou, ninguém deu crédito a denúncia, nem os outros programas da TV Meio Norte”, finalizou.

Zap falso assediando atletas da base

É do
conhecimento de muitos que um(uns ) criminoso(s) está(ão) usando
 whatsapp’s falsos há cerca de um ano, com perfis em nome de treinadores
de escolinhas de Teresina e até de jornalistas esportivos, com propostas de sexo
fácil em troca de dinheiro. Os assediados pelos “zap” falsos são
geralmente pré-adolescentes ou adolescentes, todos jogadores de futebol.
Atletas dos clubes Garra, Bebeto-Fênix, Flamengo-PI, são os mais
assediados pelos zap’s usando nomes de pessoas conhecidas do meio esportivo de Teresina.
Até o
momento, nenhuma das pessoas que estão sofrendo as ações desses criminosos que
fazem Zap em seus nomes para assediar menores de idade, registrou B.O. na
polícia. O receio das vítimas é exatamente a exposição na mídia, já que é uma
situação que chama atenção e que havendo a denúncia na polícia, de imediato os
meios de comunicação passam a divulgar. Daí as vítimas do “Maníaco sexual
do Whatsapp” preferem ficar sofrendo e dividindo as informações apenas com
os familiares e amigos. “Mas tudo isso está chegando ao fim, iremos
denunciar”, disse uma das vítimas a reportagem do Tribuna de Barras. Um
dos treinadores que está sendo vítima do “Maníaco do Whatsapp”,
pedindo para não revelar seu nome, disse que possui todos os print’s e os
números de telefone dos zap’s falsos,  três da operadora Claro e um da
operadora Oi. Disse ainda que, “já temos um suspeito e iremos denunciar seu nome a polícia para que realize as devidas investigações. Todos os indícios levam a essa pessoa”.
Chico
Deputado Federal
Na manhã
desta Quarta-feira, 24 de Janeiro, um dos grandes empresários de Teresina, que
também é político, enviou um assessor para fazer convite para que o treinador
Chico se candidate a deputado federal nas eleições deste ano. O empresário e
político pediu para que seu nome por enquanto não fosse revelado. O
treinador, muito abalado com as calúnias proferias pelo apresentador Silas
Freire e o repórter Kilson Nunes, não disse se aceitaria ser
candidato a deputado federal, mas está sendo muito incentivado pelos amigos. Uma sigla partidária já foi colocada a sua disposição.

Chico mora
num dos quartos do CSU – Centro Social Urbano, do Bairro Parque Piauí. Pobre e
sem salário fixo, sobrevive com a ajuda dos amigos – a maioria pais de atletas
e ex-atletas seus. No momento ele se encontra em um hotel de Teresina, pago
pelos pais dos seus atletas, que pretendem nos próximos dias, em carreata e com
fogos de artifício, deixá-lo 

no CSU do Parque Piauí.

Continue lendo sobre este assunto, veja no portal Mpiauí, parceiro do Tribuna de Barras, clique no linque a seguir: https://mpiaui.com.br/politica/vitima-de-calunias-de-silas-freire-na-tv-treinador-chico-poder-ser-candidato-deputado/

Diego Albert

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *