ALERTA: Candidato é reprovado em concurso público por usar tatuagem

 ALERTA: Candidato é reprovado em concurso público por usar tatuagem

Um candidato ao concurso público da Polícia Militar do Estado de São Paulo foi reprovado no exame médico por ter duas tatuagens, o candidato tentou mas não conseguiu reverter a situação na Justiça. O homem estava concorrendo para o cargo de soldado da PM, mas foi considerado inapto para o posto devido ao tamanho das tatuagens.

O candidato recorreu ao Tribunal de Justiça para anular a decisão alegando que as tatuagens não atenta contra a moral e os bons costumes e não apareceriam com o uniforme.

Porém, o pedido foi negado, segundo o voto do relator do recurso, desembargador Reginaldo Miluzzi, os regulamentos do concurso deixam bem claro os tópicos que eliminaria o candidatos no exame médico e o próprio interessado sabia que um dos itens tratava especialmente de tatuagens.


Concurso de miss que só aceitava candidatas virgens deu R$ 100 mil e 4 carros:
Num recente concurso de miss realizado em Campinas/SP com R$ 100 mil e 4 automóveis de prêmio para as 5 primeiras colocadas o regulamento constava que não eram aceitas candidatas que não fossem mais virgens.  No regulamento registrava ainda que somente garotas acima de 18 anos poderiam participar e 92 candidatas se inscreveram sendo que o concurso foi ganho por Alvina Guerra, de 24 anos, natural de Vinhedo/SP. Todas as candidatas, antes de se inscreverem teriam que passar por um genecologista contratado pela organização do concurso para atestar se as mulheres ainda eram virgens.
(*) uol

Diego Albert

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.