AGESPISA denuncia Prefeitura de Barras ao Tribunal de Contas do Estado. Calote!

 AGESPISA denuncia Prefeitura de Barras ao Tribunal de Contas do Estado. Calote!
Prédio da AGESPISA em Barras.

Após destruir o calçamento centenário das ruas da cidade de Barras a AGESPISA – Águas e Esgotos do Piauí S/A, encaminhou denúncia ao Tribunal de Contas do Estado do Piauí , pedindo providências contra 36 municípios piauienses que estão em débito com a empresa. O valor da dívida dos municípios com a AGESPISA chega a R$ 22 milhões. Os maiores débitos são os das Prefeituras de Oeiras ( R$ 4,437 milhões) e Picos ( R$ 3,656 milhões).
Na cidade de Barras, se o prefeito tivesse mesmo pulso, entraria na Justiça solicitando da AGESPISA indenização ao Município devido a “selvageria” que a péssima prestadora de serviço público no Piauí realizou nas ruas de nossa cidade.
O TCE-PI não divulgou a lista completa, mas apresentou algumas cidades que encontram-se inadimplentes. Confira:

Barras 
Luís Correia
Matias Olímpio
São Miguel do Tapuio
Capitão de Campos
Nossa Senhora dos Remédios
Cristino Castro
Sebastião Leal
Jerumenha
Santa Cruz do Piauí
Paulistana
Porto
Regeneração
Júlio Borges
Nova Santa Rita
Várzea Grande
São João da Serra
Landri Sales
Santo Antônio de Lisboa
Avelino Lopes
Corrente
Brejo do Piauí
Colônia do Gurgueia

Por decisão unânime, o plenário decidiu que a inadimplência com a AGESPISA, bem como com a ELETROBRÁS, a Previdência Social e a Receita Federal, é considerada falha gravíssima, podendo ensejar a reprovação das contas dos gestores, e, em alguns casos, até mesmo o bloqueio de contas da Prefeitura.

Diego Albert

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *