A renda média do barrense é de apenas R$ 257,99

 A renda média do barrense é de apenas R$ 257,99
Rua General Thaumaturgo de Azevêdo, centro de Barras. 
A divulgação do Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) nesta segunda-feira (29) apontou uma melhora significativa dos indicadores de todo o Brasil. Contudo, a análise específica de alguns dos mais de 100 critérios analisados mostram que no Piauí dados positivos de longevidade contrastam com índices ainda baixos de renda e educação.
A renda per capita média do Piauí em agosto de 2010 era de R$ 416,93, maior apenas que a do Maranhão (R$ 360,34). Na época, só seis estados tinham renda menor que o salário mínimo em vigor, que era de R$ 510.
Enquanto isso, Distrito Federal (R$ 1.715,11), São Paulo (R$ 1.084,46) e Rio de Janeiro (R$ 1.039,3) encabeçam a lista.
Municípios
Entre os municípios piauienses, só três tinham renda per capita média superior a do salário mínimo da época: Teresina (R$ 757,57), Picos (R$ 563,88) e Floriano (R$ 536,30). Em Barras a média é de R$ 257,99.  Veja a média de algumas cidades da Região Norte do Piauí:  Esperantina (R$ 293,39), Batalha (R$ 230,66), Luzilândia (R$ 245,02), São João do Arraial (R$ 174,82), Morro do Chapéu (R$ 225,37), Joaquim Pires (R$ 163,33).
(*) Portalesp

Diego Albert

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *